O que é Biopuntura?

08/08/2019

A biopuntura é uma técnica terapêutica que consiste na aplicação de uma quantidade mínima de medicamentos biológicos em áreas específicas do corpo, como pele e músculos. O seu objetivo é estimular o sistema imunológico, fazendo com que o próprio organismo tenha capacidade de se curar.

Meus anos de prática com a acupuntura evoluíram, naturalmente, para outras técnicas e foi assim que comecei a realizar a biopuntura em Florianópolis. Neste artigo, te explico mais sobre essa técnica medicinal complementar, incluindo os casos em que ela é mais recomendada. Confira!

Como a biopuntura age no organismo?

Na biopuntura, são utilizadas agulhas muito finas para injetar pequenas quantidades medicações homeopáticas no organismo do paciente. Este processo costuma ser rápido e praticamente indolor. Conforme o tipo de problema, deve ser realizado em mais de uma sessão.

As doses medicamentosas têm a capacidade de ativar mecanismos de cura já disponíveis no nosso corpo, o que significa que o organismo será capaz de regular-se sem a necessidade de outros tratamentos.

Dessa forma, o efeito de cura é originado a partir do próprio do corpo, sendo que os produtos aplicados apenas estimulam esse efeito. Isso ocorre porque a reação do sistema imunológico produz outras reações apropriadas para recuperar a sua capacidade de cura natural.

Como o objetivo da biopuntura é ativar o sistema imunológico, a técnica estimula um processo inflamatório que, posteriormente, será benéfico para restabelecer o equilíbrio do organismo. Por este motivo, a dor pode até se agravar no dia seguinte ou passar para outra área. Este é um dos sinais mais importantes, pois indica que o corpo está se adaptando à nova situação.

O alívio sintomático pode demorar algum tempo para aparecer, especialmente quando o problema é antigo. Entretanto, nos casos de lesões recentes, a biopuntura pode apresentar resultados rapidamente, e, em alguns casos, imediatamente após a primeira injeção.

Nas primeiras 24 horas após o tratamento, é muito comum que o paciente se sinta cansado. Isto ocorre porque o corpo utiliza muita energia para reparar os tecidos ou para drenar as toxinas injetadas no organismo. Lembre-se que, para a biopuntura, o seu corpo tem a capacidade de se curar naturalmente. Ele apenas precisa de um “incentivo” para reagir.

Quando a biopuntura é indicada?

O uso de injeções de produtos biológicos costuma ser recomendado para pacientes que já experimentaram a medicina convencional, porém não obtiveram sucesso. Pessoas que precisaram parar de tomar determinada medicação convencional devido aos efeitos colaterais ou quem deseja evitar cirurgias também podem se beneficiar com a técnica.

A biopuntura pode ser utilizada em diversos casos, porém, quando há dores físicas e inflamações, os resultados costumam ser mais rápidos. Ela é muito bem-sucedida em situações como:

  • Dores de garganta;
  • Dor nas costas e no ombro;
  • Entorses de tornozelo;
  • Tendinite no tendão de Aquiles;
  • Lesões esportivas, em geral;
  • Osteoartrites;
  • Problemas respiratórios, como asma, bronquite e sinusite;
  • Eczema e
  • Enxaqueca.

Para obter resultados mais duradouros, a biopuntura pode ser realizada em associação com a acupuntura, sempre tratando cada paciente de maneira individualizada e de acordo com suas necessidades. Aliás, o conceito desta técnica é muito parecido com a da acupuntura, em que também são inseridas agulhas em pontos estratégicos do corpo, visando um efeito terapêutico.

Biopuntura X Medicina convencional

A grande diferença entre a biopuntura e a medicina convencional é que, nesta última, a droga é utilizada para suprimir os sintomas imediatamente. Já na biopuntura, os produtos injetados visam estimular o processo de cura natural, ou seja, o efeito de melhora vem do próprio corpo.

Portanto, a biopuntura não visa somente suprimir os sintomas, mas atuar na raiz do problema para evitar que ele se manifeste novamente, já que o efeito de cura é prolongado graças ao estímulo da memória imunológica do paciente.

Além disso, as medicações homeopáticas não apresentam nenhum tipo de efeito colateral, ou desequilíbrio no organismo, diferente dos medicamentos utilizados na medicina tradicional.

É importante destacar que a biopuntura não tem a capacidade de curar doenças muito graves e agressivas, como câncer, hipertensão, fibromialgia e diabetes, por exemplo. Nesses casos, ela pode atuar de maneira complementar à medicina convencional, visando minimizar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Quer saber mais sobre as terapias promovidas em minha clínica? Siga-me no Facebook e Instagram!

Publicado por: Dra. Christiane Fujii - CRM/SC 8813 RQE 5292 e 8074
Formada em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau FURB, fez especializações em Homeopatia, Acupuntura, e pós-graduações em Ciências da Fisiologia Humana pelo Grupo Longevidade Saudável e Prática Ortomolecular
Doctoralia    

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.