Como prevenir o câncer?

22/11/2021

O câncer é uma das poucas doenças que ainda não têm uma cura definitiva para todos os casos. Esta é a segunda principal causa de morte em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, com cerca de 9 milhões de óbitos registrados por ano. A boa notícia é que, para boa parte das pessoas, é possível prevenir o câncer.

Para isso, adotar  um estilo de vida saudável é fundamental. Isso porque os mais de 100 tipos da doença possuem uma relação direta com hábitos prejudiciais à saúde — e que podem ser evitados. Neste artigo, vou te ajudar a entender melhor quais são os principais fatores de risco para o câncer e o que você pode fazer para evitá-lo. Siga comigo!

O que é o câncer?

Antes de falarmos sobre como prevenir o câncer, é preciso entender um pouco melhor essa doença e como ela atinge o organismo. De maneira geral, podemos dizer que trata-se de um conjunto de mutações que acometem uma ou mais células em um determinado órgão.

A proliferação rápida e desordenada destas novas células cancerosas dificultam o bloqueio do seu desenvolvimento pelo sistema de defesa e as permite invadir locais onde não deveriam estar.

Assim, pouco a pouco, as células tumorais ocupam o lugar daquelas saudáveis e comprometem as funções do órgão afetado. Em algumas situações, ainda pode ocorrer a chamada metástase — quando a doença avança e se espalha pelo corpo do paciente.

Quais são as causas do câncer?

Como comentei há pouco, o câncer é causado pelas mudanças e danos que podem afetar nossos genes ao longo do tempo. Essas alterações são resultados de dois principais fatores: a herança genética e fatores ambientais.

No entanto, as estatísticas do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que entre 80% e 90% dos casos são originados por fatores externos. Apenas uma pequena parte dos registros está ligada ao histórico familiar.

Por essa razão, é fundamental conhecer as atitudes que podem ser aliadas para prevenir o câncer e colocá-las em prática no dia a dia.

5 maneiras de prevenir o câncer

Apesar de os fatores genéticos serem imutáveis e passíveis de aumentar o risco de câncer, mais de 100 mil casos e cerca de 60 mil mortes provocadas todos os anos pela doença poderiam ter sido evitados. O estilo de vida saudável, segundo uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da USP e a Universidade de Harvard, é uma excelente forma de combater o desenvolvimento do câncer.

Assim, as pequenas mudanças nos hábitos cotidianos, além de contribuir para sua saúde em geral, podem evitar o aparecimento da doença durante toda a vida. A seguir, você poderá conferir 6 dicas que preparei para te ajudar a se manter bem longe desse risco!

1. Exposição moderada ao sol

Quem nunca ouviu falar sobre a “vitamina do Sol”? Pois é, os raios solares são a principal fonte natural de vitamina D, nutriente importante , que na verdade é um hormônio, para auxiliar diversas funções do nosso organismo. Para ajudar na sua produção, a recomendação é tomar cerca de 15 a 20 minutos de sol todos os dias, no horário entre 11h e 13h, e se possível, 90% do corpo descoberto.

Mas é fundamental adotar essa prática com cautela e moderação. Isso porque a exposição excessiva à radiação solar pode afetar a atividade das células. Esse estímulo contribui para o aparecimento de diversos tipos de câncer, sobretudo o de pele — que é o tipo da doença com maior incidência no Brasil, segundo o INCA.

Para estimular a síntese da vitamina D com segurança, minha dica é expor-se ao sol o suficiente para a produção do hormônio D e utilizar o protetor solar nos demais horários.

2. Mantenha uma alimentação balanceada

As dietas ricas em frutas, verduras e legumes são grandes aliadas na prevenção contra o câncer. Isso se dá basicamente por dois motivos. O primeiro deles está relacionado à ingestão de nutrientes.

Alimentos naturais contêm uma série de compostos (bioativos e fitoquímicos) capazes de interferir em vários processos que protegem as células. Ou seja, eles combatem os radicais livres, ajudando a proteger o DNA e impedir que as células se multipliquem de forma desordenada.

O segundo motivo diz respeito à manutenção do peso. Já é sabido que as pessoas obesas podem não só desenvolver alguns tipos de câncer com mais facilidade como também ter menos sucesso durante o tratamento. Isso ocorre, pois, o excesso de peso pode trazer consigo outras doenças crônicas, como a hipertensão e o diabetes.

💡

Alimentos ultraprocessados, com alto teor de conservantes, podem aumentar o risco de desenvolver câncer colorretal.

3. Pratique exercícios físicos regularmente

Além de prevenir a obesidade e suas consequências, manter o corpo em movimento é fundamental para evitar diversos tipos de doenças — entre elas o câncer. Isso porque um organismo saudável tem menos riscos de sofrer alterações que podem desencadear uma atividade anormal no funcionamento das células.

Assim, minha dica é que você procure praticar 30 minutos de atividade física diariamente ou pelo menos três vezes na semana. Esse hábito também ajuda a regular a atividade metabólica e, com isso, melhora sua qualidade de vida.

Confira os 5 benefícios dos exercícios físicos para a longevidade saudável.

4. Livre-se dos vícios

O cigarro possui mais de 4.700 substâncias cancerígenas que, comprovadamente, aumentam de forma significativa o risco de desenvolver a doença. Ele está no topo dos fatores de risco para o câncer do pulmão, cavidade oral, laringe, faringe e esôfago. Neste sentido, abandonar o tabagismo não só ajuda na prevenção do câncer, mas contribui para a saúde de todo o nosso organismo.

O mesmo vale para as bebidas alcoólicas. Um estudo recente da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, revelou que, aproximadamente, 5% dos novos casos de câncer em todo o mundo estão diretamente ligados ao consumo de álcool.

Essa ligação ocorre porque o nosso corpo metaboliza o etanol encontrado no álcool e o transforma em acetaldeído. Este composto pode danificar o DNA e as proteínas, o que representa um risco aumentado para o aparecimento de câncer. Portanto, procure não ingerir bebidas alcoólicas em excesso, principalmente se você é fumante, já que o cigarro pode potencializar o efeito das bebidas.

5. Faça exames preventivos regularmente

Sempre repito que a prevenção ainda é o remédio mais eficaz para a maioria das doenças. Com o câncer não é diferente. Portanto, manter uma rotina de visitas ao consultório, adotar hábitos preventivos e repetir os exames mais importantes com regularidade são atitudes fundamentais na batalha contra essa doença.

Neste sentido, gosto de lembrar a importância de eleger um profissional de confiança e incluir a Medicina Funcional/Integrativa na sua rotina de cuidados com a saúde. Desta forma, seu corpo estará sempre fortalecido para combater as ameaças externas.

Como prevenir o câncer quando há predisposição genética?

Essa lista de hábitos preventivos que acabamos de conhecer pode não só diminuir o risco de câncer em pacientes que não possuem histórico familiar. São atitudes que podem até mesmo retardar o aparecimento da doença em pacientes que possuem predisposição genética.

No entanto, se este é o seu caso, é preciso adotar alguns cuidados específicos, como a realização de exames específicos (como testes genéticos). Além disso, é essencial manter acompanhamento médico constante, para tornar possível o diagnóstico e tratamento precoce do câncer, quando as chances de cura da doença são mais elevadas.

Quer conferir mais conteúdos como este? Siga-me no Facebook Instagram e acompanhe minhas dicas sobre saúde, acupuntura, medicina preventiva e muito mais!

Publicado por: Dra. Christiane Fujii - CRM/SC 8813 RQE 5292 e 8074
Formada em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau FURB, fez especializações em Homeopatia, Acupuntura, e pós-graduações em Ciências da Fisiologia Humana pelo Grupo Longevidade Saudável e Prática Ortomolecular
Doctoralia    

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.