Diabetes tipo 1: tratamento por meio do estilo de vida

27/04/2021

À medida que a população adota hábitos de vida pouco saudáveis, o diabetes apresenta um crescimento gradativo em todo o país. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, cerca de 16,5 milhões de brasileiros sofrem com a doença, sendo que a taxa de incidência cresceu 16,8% entre o período de 2007 a 2017.

Apesar de ser controlado por medicamentos específicos na maioria dos casos, o tratamento para diabetes também pode ser realizado por meio de uma mudança no estilo de vida do paciente. Neste artigo, vou explicar como a adoção de hábitos saudáveis podem ajudar no controle do diabetes tipo 1. Acompanhe!

O que é diabetes tipo 1?

O diabetes tipo 1 é uma doença crônica que ocorre quando há alterações no pâncreas, fazendo com que o órgão produza pouca ou nenhuma quantidade de insulina. Na grande maioria dos casos, o tipo 1 é caracterizado por ser uma doença autoimune, em que os anticorpos do próprio paciente atacam e destroem parte do pâncreas, principalmente as células produtoras de insulina.

Esse tipo de diabetes é pouco comum entre a população de maneira geral, representando apenas 10% dos casos. A doença aparece, principalmente, em crianças e jovens, mas também pode acometer adultos de diferentes faixas etárias.

Diabetes tipo 1 tem cura?

Independente do tipo, o diabetes é uma doença que ainda não tem cura. Contudo, é possível manter os níveis de açúcar sob controle para evitar possíveis complicações que possam surgir em decorrência da doença. Quando descompensado, o diabetes pode causar, dentre outras complicações:

  • lesões e placas nos vasos sanguíneos;

  • aumento do risco de infarto e AVC;

  • retinopatia diabética;

  • falência renal;

  • feridas na pele que podem evoluir para gangrena.

Para evitar que isso aconteça, o tratamento do diabetes tipo 1 deve ser realizado rigorosamente por todos os pacientes que sofrem com a doença. Geralmente, o tratamento principal consiste no uso de medicamentos orais ou insulina, a fim de evitar o aumento nos níveis de açúcar.

Tratamento do diabetes tipo 1: além dos medicamentos

A grande maioria dos pacientes diabéticos fazem uso controlado da insulina acreditando que é a única maneira eficaz de manter a doença controlada. O que muitos não sabem é que a adoção de um estilo de vida saudável também pode ser muito eficaz para controlar os níveis de açúcar. Saiba o que você pode fazer!

Reduza o consumo de carboidratos e aumente a ingestão de fibras

Adotar uma alimentação saudável é um importante passo para manter o diabetes sob controle. O ideal é reduzir o consumo de alimentos ricos em carboidratos, já que estes compostos se transformam rapidamente em glicose. Além disso, é importante incluir o consumo de fibras na dieta, uma vez que elas ajudam a diminuir a velocidade de absorção da glicose no sangue e aumentam a saciedade.

Pratique exercícios regularmente

O tratamento do diabetes tipo 1 para controlar a doença também deve incluir a prática de exercícios físicos regulares. A atividade física melhora o controle metabólico, diminui o risco cardiovascular e reduz a resistência à insulina na musculatura periférica, o que ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Para que os exercícios apresentem o efeito esperado, recomenda-se pelo menos 30 minutos de prática moderada de três a cinco vezes por semana.

O papel do médico funcional no tratamento do diabetes

A Medicina Funcional é uma especialidade médica que visa tratar a saúde física, mental e emocional de cada paciente de maneira individualizada. Para isso, o médico funcional realiza uma análise de fatores internos e externos para determinar o melhor caminho a ser seguido para cada paciente.

Esta especialidade procura promover uma profunda transformação nos cuidados com a saúde. A busca por um novo estilo de vida é uma das principais orientações a serem trabalhadas com os pacientes. Dessa forma, a adoção de novos hábitos alimentares e a prática de exercícios para o corpo e mente são abordados pelo médico funcional, que propõe os melhores hábitos de acordo com as necessidades de cada paciente.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato e envie sua pergunta.

Publicado por: Dra. Christiane Fujii - CRM/SC 8813 RQE 5292 e 8074
Formada em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau FURB, fez especializações em Homeopatia, Acupuntura, e pós-graduações em Ciências da Fisiologia Humana pelo Grupo Longevidade Saudável e Prática Ortomolecular
Doctoralia    

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.