6 passos para diminuir o estresse

20/09/2019

Diminuir o estresse é tão importante para a saúde mental quanto física. Isso porque ele está relacionado ao surgimento de 70% a 80% de todas as doenças, incluindo insônia, hipertensão, úlceras, problemas cardíacos e alguns tipos de câncer.

Ouça este conteúdo:

 

Considerado um dos males do século, o estresse afeta cerca de 90% da população mundial, sendo que somente no Brasil, esse índice chega a 70%.

Entretanto, é importante distinguir quando o estresse oferece perigo. Quando ocorre esporadicamente, é considerado uma reação natural do organismo a situações de perigo ou ameaça. Porém, é quando ele se torna crônico e difícil de ser controlado que o organismo tende a ficar suscetível a problemas mais sérios.

Apesar de ser difícil de excluí-lo totalmente da sua vida, é possível diminuir o estresse e, com isso, ter muito mais saúde e qualidade de vida. Quer saber como? Confira as minhas dicas a seguir!

6 dicas práticas para diminuir o estresse 

1. Identifique o agente estressor 

O primeiro passo para diminuir o estresse é identificar o que está gerando o desequilíbrio interno. Somente ao identificar os gatilhos emocionais ou as situações estressantes que é possível aprender a lidar com tais adversidades. 

2. Evite se preocupar com o que não pode ser controlado 

É normal que as pessoas se preocupem com situações que possam ocorrer no seu dia, como uma chuva muito forte ou demandas extras no trabalho. Porém, não existe razão para ficar remoendo antes mesmo que as coisas aconteçam. Afinal, isso gera sofrimento e ansiedade e, caso não ocorra, terá tudo sido em vão. 

3. Pratique uma atividade física 

Qualquer exercício físico é benéfico para diminuir o estresse porque, dentre outras funções, ele induz a produção de substâncias com poder relaxante e analgésica, como endorfinas.

Uma dica é caminhar na praia, no parque ou em outro local ao ar livre, pois isso ajuda a deixar os problemas de lado e focar a atenção nas belezas do local. 

4. Relaxe a mente 

Existem alguns exercícios que ajudam a relaxar a mente e, consequentemente, diminuem o estresse e a ansiedade. A meditação tem a capacidade de alterar os caminhos neurais do cérebro, fazendo com que ele fique mais resistente ao estresse.

A yoga também é uma ótima alternativa, pois ela fortalece o corpo e alimenta o espírito, aumentando a autoestima e a sensação de paz

5. Não se cobre tanto 

O estresse costuma estar muito vinculado a uma cobrança pessoal excessiva, principalmente em relação à carreira. Essa busca pela perfeição faz com que o indivíduo se torne incapaz de visualizar e comemorar suas conquistas – pois acredita que pode sempre fazer melhor.

É importante ser menos rigoroso consigo mesmo e mais flexível, pois isso faz com que a vida se torne mais harmoniosa e saudável. Valorize-se como você é! 

6. Mantenha o seu organismo saudável 

Ter uma vida mais saudável aumenta a resistência aos fatores externos que causam o estresse. Para manter o organismo protegido, é importante melhorar alguns hábitos, como: 

  • dormir bem;
  • alimentar-se de forma saudável;
  • ter mais momentos de lazer e relaxamento;
  • evitar substâncias tóxicas e estimulantes.

Cada pessoa tem o seu tempo e suas particularidades para diminuir o estresse. Por isso, é importante procurar um médico especializado para que, após descobrir as causas, ele indique o tratamento mais adequado. 

Agende uma consulta e permita-se ter uma vida muito mais saudável.

Publicado por: Dra. Christiane Fujii - CRM/SC 8813 RQE 5292 e 8074
Formada em Medicina pela Universidade Regional de Blumenau FURB, fez especializações em Homeopatia, Acupuntura, e pós-graduações em Ciências da Fisiologia Humana pelo Grupo Longevidade Saudável e Prática Ortomolecular
Doctoralia    

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.